s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Alba Albarello Aras
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

É TEMPO DE VENCER

Tens vergonha
de chorar,
sofrer
dar um sorriso.
Frágil?
Mas quem não é...
Ser como um cristal!
Que pode estilhaçar.
Pense...
Enquanto não quebrar
Brilhe...
Lute!
Mergulhe?
Para se molhar!
Todos procuram
Carinho e afeição.
Sabem...ou
Estão buscando
Vagueiam..a paz
Descendo aos corações.

UMA ROSA É UMA ROSA

Tu és a existência
Do amor, da perfeição,
Pelas tuas pétalas rosadas
A brandura dos jardins.
A luz do sol
Que ilumina e aquece a terra?
Teus espinhos?
Não são espadas penetrantes,
Não afrontam inimigos,
São apenas: Proteção de tua beleza.
Espalhando-as,
Com tua fragância inigualável.
A ninguém trituras,
A ninguém magoas,
Tudo o que há em ti
É sublime.
Com tua formosura
São botões feitos em cores.
Forma feita de perfumes
De matizes evanescentes, ondulantes,
A roseira do novo florir,
A rainha das flores.

A SEMENTE

Semente,
Que produz e cresce
Acolhendo,
Quem plantou o bem.
A minúscula
Semente
Linda flor
Do amanhã.
Espalhar com amor,
Como se estivesse
Dando,
O próprio coração.
O sangue a regará,
Onde Deus semeou amor,
Se o grão resistir, abaixo da terra,
Pacíficas em teus campos.
Ao vento e a chuva,
Recebendo o que o
Outro dará,
A alegria de crescer com amor.
Se o grão resistir
Doando mais vidas,
Terá o vigor,
A força e fecundar o chão.
Que ao despertar germina,
Semente, grão,
Nascer botão,
Da retidão.
Vou multiplicar,
Com as recordações
Do meu passado, semeando,
A expectativa generosa da serenidade.

Alba Albarello.

Biografía:

Alba Albarello
, Arquivista, poeta, colunista em revistas e jornais. Onde publica suas poesias, escreve desde os 14 anos de idade. Adora escrever.
Participou no Proyecto Cultural Sur-Brasil. Poesia do Brasil -2006 em Bento Gonçalves,-RS.
Tem para breve sua primeira obra individual.


ara.alba@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s