s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Odila Schwingel Lange [Cnsul - ZN - Dourados - MS]
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Ode Dourados

Dourados hospitaleira
Terra boa de primeira
De gente simples e honrada
Dourados to colorida
Com uma bela avenida
Sempre to movimentada!

Dourados, nome de peixe
A quem peo nunca deixe
De ser to linda e formosa
Seus canteiros coloridos
Com flambois bem floridos
Tornam a vida mais gostosa

Dourados, cho colorado
Ficou para sempre marcado
Com a valentia de um povo
Que construiu sua histria
Deixando um rastro de glria
Do meias velho para o novo!

Dourados to imponente
Onde o sol l no poente
Lana raios multicores
Dourados to sorridente
Que recebe a toda a gente
Com suas lgrimas e amores!

Dourados miscigenada
Em cuja porta de entrada
No barra elite ou massas
Com sabedoria e lisura
Enriqueceu sua cultura
Com a mistura das raas!

Dourados, terra vermelha
Onde brilha a centelha
De quem no perde a esperana
Este cho abenoado
Deixa a todos um recado
Quem espera sempre alcana!

Mulher brasileira

Mulher ndia, de pele trigueira,
Mulher negra,faceira
Rebolando as cadeiras.
Mulher branca,
Sem ginga nas ancas!

Trs cores,trs tipos,trs raas,
Construiram a Nao,
E apesar das trapaas
Espalharam a graa
Por este torro!

Olhos amendoados,
Passinhos midos,
Cabelos pretos escorridos
E sorriso escondido.
Este o retrato falado
De uma mulher diferente
Que veio depois.
Seu gosto exigente
Incorporou-se ao da gente
Com o bolinho de arroz!

Mulher quente,
Fogosa e valente!
este o perfil!
Mulher loira, mulata,
ndia ou morena,
Valendo a pena
Ser mulher no Brasil!

Imigrao Italiana

Tarantella,
macarronada,
saia rodada,
vinho
e alegria!

Nas cores verde e vermelha,
o retrato
de um povo destemido.
Gnova,
Milo,
Npolis,
Veneza
e tantas outras cidades
retratadas na msica,
na dana
e na coragem
de um povo lutador.

Assim nasceram Caxias do Sul,
Garibaldi,
Bento Gonalves,
Flores da Cunha,
Antnio Prado,
Veranpolis
e muito mais!

O Rio Grande
abriu suas porteiras,
serviu o chimarro,
danou a trantella,
teceu xales coloridos,
costurou retalhos
das duas culturas.
E pintando,
com as tintas da hospitalidade,
criou esta tela maravilhosa,
esta obra de arte,
esta arte viva,
interativa!

E, no imenso palco
do cho brasileiro,
os povos unidos
registram suas mgoas,
suas conquistas,
suas tragdias
e suas glrias!

biografia:

Odila Schwingel Lange
, nasceu em Venncio Aires, estado do Rio Grande do sul, Brasil no ano de 1950. Reside em Dourados, Mato Grosso do Sul desde o ano de 1979, onde, atualmente exerce a funo de Diretora Executiva do Procon, rgo municipal de proteo e defesa do consumdor. professora[ Mestra em Histria] e advogada.Trabalha, tambm na UFGD- Universidade Federal da grande Dourados. Considera-se uma poetisa popular e sua marca registrada fazer poesia por encomenda. J fez centenas de poesias, a pedido, para homenagear pessoas, entidades, empresas, programs etc...Seu poema 'Cordel do Consumidor' foi publicado pelo Ministrio da Justia e distribuido para todo o Brasil tonando-se referncia para quem trabalha na rea dos direitos consumeristas. fundadora da Academia Douradense de Letras, entidade da qual exerce a presidncia pela terceira vez. Sua ndole lutadora e combativa, levou-a a receber de suas confrades e confreiras da ADL, o cognome de ' A poetisa Guerreira'.
Possui dois livros publicados: Folclore ou folclore?,um trabalho de pesquisa sobre a cultura popular brasileira e Protestando, coletnea de poemas de cunho poltico. Participou de diversas coletneas, recebendo vrios prmios nacionais e internacionais.

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s