s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Angela Lara
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

A poesia não peca !!!

A poesia não peca...
tem hora marcada
com a própria cilada
e mesmo indecente
não grita nem mente
não cala nem sente
o que agride a gente
é uma emboscada
está sempre encrencada
mas nunca contente...

Angela Lara
Publicado no Recanto das Letras em 12/06/2006


A propósito...

Sou esta que não se presta
para exposição em vitrine
e tão pouco vive em festa
às custas de quem é sublime...

Sou esta que incendeia
a cada verdade esclarecida
e nada que o tempo faça
é pário para esta atrevida...

Sou esta que não vê maldade,
até que a verdade apareça.
Sou mais funda que o poço
e mais lve que a mordaça...

Sou tudo que estraga
depois de ditada a regra.
Nenhum pago me paga.
Nenhuma dor me escurece...

Sou a roda em movimento
e as pedras pontudas do caos.
Sou a navalha afiada.
Sou o começo e o final...

Sou o percurso do rio.
Sou a aspereza da pedra.
Sou a que vive por um fio.
Sou a que não se entrega...

Angela Lara
Publicado no Recanto das Letras em 19/06/2006


Oh Morte!

Oh morte que ronda as madrugadas,
busca em silêncio uma alma sofrida.
Não vês que em todos os planos,
não há salvação nem amor pela vida...

Oh morte que conhece o adeus
de páginas arrancadas de um diário,
comunga neste corpo insano,
envolvido nas contas de um perdido rosário...

Oh morte que ora fria e prisioneira,
ronda e espreita o infinito cansaço,
abraça e acolhe por fim, o desespero
de quem só conheceu o fracasso...

Angela Lara
Publicado no Recanto das Letras em 13/03/2006


biografia:

Eu sou Gaúcha, pisciana do primeiro decanato, 22/02/61. Já me casei de vestido branco e grinalda, e por opção, não tive filhos, mas isto foi lá em meados de 80 e por lá mesmo, me separei. Trabalho em ramo imobiliário, onde sou especializada. Adoro ler e sou uma internauta incorrigível. . Escrevo poesia desde o principio da adolescência e convivemos juntas, todo
este tempo.
A partir dos 40, na idade da Loba, me sinto mais completa, tanto como mulher, do que como poeta... poetisa Beijo no coração a todos os participantes desta página e aos visitantes também...
\'Tenho em minha vida algum amor que foi embora
outro que ficou perdido ...e um,
que pode chegar a qualquer hora\'
Angela Lara

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s