s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Celso Brito
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Noturno

Me cresce da alma feito praga
desdm do dia intil,
que me sorrir da janela
onde dormem trepadeiras.

O meu Crio em Deus Pai
- que no creio -
rezo ante a beleza
imutvel dos altares,
edificados sobre mim.

Copio olhares sem nomes,
ausentes ao momento lrico.
O poema se esfarrapa no ar de horrores.
Um carro cruza sobre mim, a avenida.

Encontro

Procuro os que sabem de mim.
Os que disseram ter me ouvido falar.
Os que me encontram, quando me perco.

Em quantos poemas estou presente?
Em qual deles era verdade?

Perco-me um pouco todo dia,
para me encontrar em tantos outros.
No revelo, em disfaro.
Apenas passo.
Mas h momentos em que me demoro.

Enquanto o poema no vem

A Cyro de Mattos

Sem esse verso
que me ronda h horas
onde estaria eu agora

Sem saber ser flor
Sem saber ser vento
No me arrisco. Espero

No sei onde me cabe
essa frase solta
esse golpe de ar
a danar no peito
ou na idia

Enquanto no o conquisto
desenho esse risco
um rabisco
do que me ronda

biografia:

Celso Brito
bahiano de nascimento e paraense de criacao. Reside atualmente em Saquarema, Rio de Janeiro, onde trabalha como agente de viagens.
Professor de Matemtica e Mestre em Sisitemas de Conhecimento de formacao, exerceu o magistrio por dez anos, quando deixou para trabalhar com turismo.
A poesia na sua vida comecou no tempo em que cursava o Ensino Medio, Carlos Drummond de Andrade o seu poeta inspirador. Publicou poemas em jornais e revistas de diversas regioes do Brasil. Nao possui livro publicado nem participou te o momento de coletanias.

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s