s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Sueli de Castro Jorge
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Assim Sou

Em jupiter uma cruz
transforma-se em pentalfa.
Em la mens sana uma escada converte-se
em tringulos sequenciais.
Um circulo
parcialmente descrito
galga um monte
a se pronunciar.
Um yode funde-se
dos 35 aos 55, que ser?
Guio-me por este mapa
to restrito, to fugaz.
se penso em traar a rota
ela se esfumaa, se desfaz.
til me tem sido
como nave estelar.
A envio em meio ao tempo
onde o espao no jaz.
Chego ento noutra galxia
que outro universo me faz.
A palavra aqu me rouba
a riqueza que me traz.
Noutras vozes
noutras horas
quase te posso tocar.
Se penso que sinto
sinto o que penso
com tua mente br>de esquadrinhar.
Mos que de t desfrutam
s para me agradar
meio macho
meio hembra
meios de calcular
somatria, subtrao
sem gravidade sem diviso.
Volto aos mapas me consultar
Sou nvoa
diluda em tua mente
em mim s rocha dura
s vezes te sou ausente
noutras tua cintura
noutras inda tua criatura.
A via lctea lasciva
faz curva em marte menor
desvia-se de mercrio
em tuas mos vcio puro
tua $3>de vulgar.
Comeo um novo universo,
guiza do teu querer
fao trana de desejos
e vontades no meu tear.
Teo tuas vestes de linho
com fios de algum lugar
os empresto do relampagos
que inconstis os faz.
Em jupiter uma cruz
uma cruz
um outro circulo se inventa.
.................

QUANDO.

Quando ainda,
carregava o horizonte
pela cintura,
apenas pisava
um tabuleiro de xadrez,
havia,
torre e bispo,
e como rainha embevecida,
reinava,
entre sonhos e devaneios.
O cavalo trotava,br>fazendo seu ele,
pela aorta, artica sul,
s vezes pisando pees.
E o azul de neom aceso,
escapava
para o hemisfrio norte.
Como conter todo o azul?
Com seus hierglifos danantes?
A assombrao que surgia
em meio s luzes,
com seu queixo angulado,
puro desenho animado,
trazendo crucifixos desterrados.
Quando ainda,
carregava o horizonte,
pela cintura,
incendiava bem no ponto, onde
a abscissa toca a coordenada,
mas os incndios no eram abismais.
E aquele azul todo, seguia,
esfriando... esfriando...
Tanto que me causava tremores,
erupes de cido clordrico,
espasmos de sabedoria plena,
que o mar,
verso horizontal da lua,
apenas espumava.

................

O TODO.

E no havia nada l,
nem l e nem em mim,
no havia cores, no havia sons,
no havia frio nem calor,
alis, eu nem me encontrei.
Somente o absoluto nada.
Me busquei e nem sequer, senti.
No havia pensamento,
minha mene era
silente, ausente.
Nada que pudesse associar,
ou comparar
No havia memria,
no havia nada.
No sei se foi um tempo
ou um lugar onde estive.
Alis, estar, incorreto!
naquele lapso,
Eu apenas, era.
E foi a seqncia disso
que me deu a medida,
por que ali no havia nada.
Talvez o instante mais primevo,
como um beb
que ainda no nasceu,
que sequer foi concebido.
foi s quando voltei,
que vi quem era,
sou.

biografia:

Nasc em campo Grande, onde vivo.

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s