s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Paulo Fuentes [Cnsul - So Paulo ZL- SP]
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
ALMAS QUE SE ENCONTRAM

Dizem que para o amor chegar...
No h dia...
No h hora...
E nem momento marcado para acontecer.

Ele vem de repente e se instala...
No mais sensvel dos nossos rgos...
O corao.

Comeo a acreditar que sim...
Mas percebo tambm...
Que pelo fato deste momento...
No ser determinado pelas pessoas...
Quando chega, quase sempre...
Os sintomas so arrebatadores...
Vira tudo s avessas...
E a baguna feliz se faz instalada.

Quando duas almas se encontram...
O que reala primeiro...
No a aparncia fsica...
Mas a semelhana das almas.

Elas se compreendem...
E sentem falta uma da outra....
Se entritecem...
Por no terem se encontrado antes...
Afinal tudo poderia ser to diferente.

No entanto sabem que o caminho este...
E que no haver retorno...
Para as suas pretenses.

como se elas falassem alm das palavras...
Entendessem a tristeza do outro...
A alegria e o desejo...
Mesmo estando em lugares diferentes.

Quando almas afins se entrelaam...
Passam a sentir saudade uma da outra...
Em um processo contnuo de reaproximao...
At a consumao.

Almas que se encontram...
Podem sofrer bastante tambm...
Pois muitas vezes...
Tais encontros acontecem...
Em momentos onde no mais podem extravasar...
Toda a plenitude do amor...
Que carregam, toda a alegria de amar...
E de querer compartilhar a vida com o outro...
Toda a emoo contida...
espera do encontro final.

Desejam coisas que se tornam quase impossveis...
Mas que so to simples de viver...
Como ver o pr-do-sol...
Ou de caminhar...
Por uma strada com lindas rvores...
Ver a noite chegar...
Ir ao cinema e comer pipocas...
Rir e brincar.

Brigar s vezes...
Mas fazer as pazes...
Com um jeitinho muito especial.

Amar e amar, muitas vezes...
Sabendo que logo depois...
Podero estar juntas de novo...
Sem que a despedida se faa presente.

Porm muitas vezes...
Elas se encontram em um tempo...
E em um espao diferente...
Do que suas realidades possam permitir.

Mas depois que se encontram...
Ficam marcadas ... tatuadas...
E ainda que nunca venham a caminhar...
Para sempre juntas...
Elas jamais conseguiro se separar...
E o mais importante ...
Tero de se encontrar em algum lugar.

Almas que se encontram...
Jamais se sentiro sozinhas...
Porquanto entendero, por si s...
A infinita necessidade...
Que tm uma da outra para toda a eternidade.

.......................

NUNCA TE VI

Gostaria de lhe dizer...
Que s vezes fico pensando...br>Em vrias coisas...
E todas elas...
So relacionadas voc.

Penso de como posso ama-la...
Desta forma to intensa...
Sem no entanto sequer...
Algum dia t-la tocado.

Ai me lembro de um filme...
J meio antigo...
Que esteve em cartaz a alguns anos...
Cujo ttulo 'Nunca te vi, sempre te amei'.

No...
No pense que isso loucura...
Mas se fosse seria a mais louca loucura...
De amar a uma pessoa...
Que somente em meus sonhos...
Eu a vejo constantemente...
Porm sei que est presente...
Em todos os instantes...
De minha vida sofrida.

Saiba que desde o momento...
Em que lhe encontrei....
Mesmo que ainda no lhe tenha tocado...
Mexeu com meu corao um bocado...
E hoje ele s sabe intensamente...
Amar por inteiro voc.

...........................

ALMA PARTIDA

Minha alma gmea amada que partiste...
A chamado de Deus desta vida to cedo...
E que hoje repousa ao seu lado no cu do firmameto...
Deixando-me viver to triste aqui na terra em plena dor.

Se hoje sentada no paraso para onde sei que subistes...
Ainda tiveres memria de nossa vida passada...
Jamais se esqueas daquela amor ardente...
Que sabes da pureza que em meus olhos hoje tristes...
Um dia vistes e sentistes...
E se neste momento ento conseguires isso sentir...
Saibas que o que aqui em meu peito ficou...
Foi a tristeza de saber que mesmo sem querer...
Voc partiu deste mundo e me deixou.

Hoje fico aqui em dor a chorar...
E rogo a Deus para que no dia que me levares...
No me deixes longe de poder novamente poder ver...
A minha amada que um dia ainda muito cedo partiu...
Deixando-me aqui neste mundo sozinho...
Porm com a certeza de que...
Por mais que eu ainda aqui sem ti viva...
Jamais conseguirei lhe esquecer.

biografia:

PAULO FUENTES
, paulistano de nascimento e poeta por acidente.

Aprendi a desenvolver o dom da escrita no dia a dia de trabalho no meio da floresta amaznica. L, bem no meio da selva, conheci uma pessoa que me falou, ter eu o dom da escrita, coisa que na ocasio acabei duvidando, mas que no discuti e deixei o tempo passar para ver o que ocorreria com as previses da pessoa.

Depois disso, meio que despretensiosamente comecei a 'brincar' de rabiscar poemas e acabei escrevendo em 8 anos mais de 30.500 poesias a serem editados em livros prprios, to breve eu puder parar, para separ-las por tipo de classificao das mesmas.

Escrevi poesias de todos os tipos e gneros. Foram poesias romnticas, tristes, deprimidas, felizes, cmicas, apaixonadas ... etc, bem como milhares de contos erticos, tendo recebido trs prmios do Guinness Book, um pela maior quantidade de poesias [mais de 25.000] ... [hoje em mais de 30.500], mais de 3.000 contos erticos ... [hoje em mais de 4.500] e mais de 500 crnicas polticas [hoje em mais de 1.200].

Em conseqncia disso, comecei tambm a ecrever livros, contos, crnicas e outras coisas e j tenho concludo 10 livros que sero lanados brevemente.

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s