s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Sonia Mara Grillo
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

TRESLOUCADA POETISA
Sônia Maria Grillo
[Baby®]


Quando me dizem que sou tresloucada
Por viver fazendo poemas
Respondo de forma bem delicada
Que ser uma louca-poeta, vale à pena!
Posso me refugiar no mundo dos sonhos
Quando a realidade se torna cruel
E os versos que componho
Me transportam até quase o céu
Minha imaginação corre livre
Como um corcel pelas campinas
Me liberto da angústia que oprime
E viajo na melodia das rimas
Vou criando mil histórias mágicas
Que fazem bem ao coração
Afastando a tristeza e as mágoas
Deixando aflorar a emoção
E não raro,me pego vivenciando
As coisas por mim imaginadas
Tal qual uma criança acreditando
Nas histórias de contos de fadas
E fico horas e horas a fio
Nesse incrível e mirabolante viajar
Nem me importo se está calor ou frio
Quando entro nesse transe de poetar
E a inspiração vai crescendo
Como se vida própria tivesse
E os poemas vão aparecendo
E a poeta tresloucada se envaidece
Como um artista apreciando sua arte
Acredita que compôs uma obra-prima
E discreta, sem fazer muito alarde
Com alegria o seu poema, assina
E sentindo imensa felicidade
Expõe a sua poesia, à procura
De alguém que a leia, e com humildade
Nem se importa se acham que é loucura!

*******


SOU NESTA VIDA
Sônia Maria Grillo
[Baby®]



Sou nesta vida, faceira,
Como o vento que vem do mar
Sibilo entre as palmeiras
À beira da praia, nas campinas, a cantar

Sou a lua prateada
Que os enamorados ficam a olhar
Sou a noite imensamente estrelada
Que enfeita o infinito e faz sonhar

Sou o sol ardente
Que queima seu corpo no verão
Sou a primavera indolente
Coberta de flores em botão

Sou no outono, as folhas caídas das árvores,
Que douram o chão dos caminhantes,
E no inverno de mármore
Sou a bruma densa e aconchegante

Sou a cascata que canta
Sobre as pedras enamoradas
Sou a água cristalina que encanta
O sedento em longa jornada

Sou nesta vida, de todos os jeitos,
Em tudo que se vê, em tudo que se sente,
Mas sobretudo, sou o amor perfeito
Morando em você eternamente


*******


MEU AMOR TEM COR
Sônia Maria Grillo
[Baby®]



Meu amor tem cor de fruto maduro
Reluzindo ao sol
Tem cheiro de almíscar, eu juro!
E som, como o do canto do rouxinol

Tem encantos sutis
Tal qual manhã orvalhada,
É terno como uma criança aprendiz
Dando os primeiros passos em sua estrada

Sua cor, seu cheiro e seu som
Se espelham em minha verdade...
Pensando bem, meu amor tem o dom
De ser como o arco-íris após a tempestade

E numa profusão de cores sem fim
Vai colorindo os caminhos por ande passo
Fazendo feliz a quem se aconchega à mim
E divide comigo o meu espaço...

Biografía:
Sônia Maria Grillo - Baby®

Escrevo poemas como quem desnuda a alma, coisas simples, ditadas unicamente pela emoção.
Não sigo regras, nem me considero poetisa, mas sim, alguém que transporta para o papel aquilo que
a vida lhe mostra e lhe faz sentir.
Sou pura sensibilidade.
Carrego em mim a experiência de ter vivido plenamente, sem medo de ser feliz.
Registrada como Sônia Maria Grillo, uso o nick Baby por ser apelido de criança, dado por meu pai. Divorciada,
mãe de duas lindas moças, Fernanda e Flávia, minhas maiores realizações.
Moro em Vitória-ES-BR.

Sônia Maria Grillo - Baby®

smg@soniamariagrillo.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s