s
s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Luciano Petricelli
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Prenuncios!!!

Prenuncio de um novo alvorecer,
Postado no velho entardecer.
A mente a amadurecer,
A pele a envelhecer.
Segue o cho dessa estrada,
Na mesmice da alvorada.

No templo de meu ser,
Carrego o desafeto.
Nos dedos de gigante,
A dor de um ofegante.
A luminria acesa,
Inebria a tristeza.

Prejulgo de um ato,
Atroz ao meu pensar.
Liberdade nata,
Vontade exata.
Conteno das insanidades,
Exploso de habilidades.

Conscincia insana,
Inconsistncia humana.
Sepulcro dos desejos,
Epitfio de gracejos.
Invoco os anjos de tua calma,
Venha mim a vossa alma.

L[Max] 08.2005

************

Galho Seco...

Minha alma geme,
Cai sombria a tnica do medo,
Minha mente treme.
Oco estou em meu pensamento,
Nada ecoa, s lamento.
Onde esto meus versos?
Onde esta minha paixo?
Minha tnue orao?
Galhos secos de meus neurnios.
Vento que ulula em meu ouvido.
Uivo de um lobo solene.
Cascata de estrondo perene.
Trapejar de guia caar.
Vazio, vadio de um momento tardio.
Explode o grito, fulgurante arrepio.
Que se afogue o mal do mundo.
Que eu me ache em um segundo.
Que a lagrima que de mim escoa.
Seja frtil, gua boa, que a poesia me entoa.
Lave o ramo da palavra.
Lavre o caule, caia a trava.
Faa poesia verdejante como fava.

L[Max] 12.2005

************

Vinho Tinto...

Em um canto sofrendo calada,
Sortida a tristeza.
Tristeza de amores perdidos,
Sobre dias mal vividos.

No escuro de seu pensamento,
Neste inabitvel apartamento.
Com o aperto de seu peito,
Ao lembrar o vazio do leto.

Choras a lagrima morna,
Da vida que lhe conforma.
Comemora seus festejos,
Na frustrao de seus desejos.

Linda como a lua,
Em pele, quase nua.
Como um gesto de carinho,
Leva boca de encontro ao vinho.

Elimina a dor dessa vertigem,
Deixa a alma quase virgem.
E o torpor dessa agonia,
Transpe-se ao raiar do dia.

L[Max] 01.2006

********

biografia:

Nasci em Santo Andr, estado de So Paulo no dia 25 de maro de alguns anos atrs.
Casado, tenho como companheira uma pessoa perfeita! Ela me, amiga, amante, simplesmente meu tudo.
Pai de duas princesinhas, que so as minhas razes para estar, razes para ser...
Sou formado em administrao de empresas, mas, me enveredei para o ramo da informtica, hoje sou um desenvolvedor de software para uma empresa multinacional, sou ps graduado em Enterprise Solution Provider.
Das artes...
Me envolvi com a arte ainda jovem, por volta dos oito anos de idade, na ajuda uma ONG que criava e transformava madeira em brinquedos e utenslios, com esta atividade fui me aprofundando em conceitos de pintura. Comecei a me expressar em telas com dez anos!
A literatura s apareceu em minha vida um pouco mais tarde, aos onze anos, quando ganhei meu primeiro Fernando Pessoa... Achei tudo de bom! Deu-se ento minha paixo por colocar meus pensamentos, meus sentimentos e minha alma em papel.
Portanto, tenho na arte e na poesia um refgio para a alma, onde encontro o equilbrio para os percalos do dia a dia.
Me considero um eterno aprendiz, a cada palavra, a cada frase, leio e absorvo novas idias, nem sempre as uso, mas sempre as tenho!
Versos que me acompanham:
'Com aquele que me guia,
Vou seguindo meu destino.
No h nada se no Ele,
Para me fazer parar.
O trajeto me ensina ,
Em sutis simbologias,
A riqueza dessa vida.
A grandeza desse mar' [Maskavo]
L[Max]:
Apelido que ganhei por volta dos vinte anos e uso at hoje...

Na Web:
L[Max] Blog...
http://lmax.zip.net
L[Max] na casa do Joke Cat...
http://jokecat.sites.uol.com.br/
L[Max] Quadros e Poesias...
http://l.petricelli.fotoblog.uol.com.br/
L[Max] na orbita do Planeta...

http://www.planetaliteratura.com/?view=artigos&colunista=18

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s