s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Rita Nolia Caminha Weyne
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

NATUREZA PLENA

Quero a valsa dançada,
no salão verde
da verde mata.
Quero um sapateado ritmado,
no tapete molhado
do verde mato.
Quero um banho de água pura
na bica da rua,
nas manhãs de chuva.
Quero rodar num pé-de-vento,
balancear as folhas
num redemoinho lento.
Quero do sol o mormaço,
no ocaso
do fim de tarde.
Quero uma tela,
e nela pintar
as cores do arco-íris.
Na escuridão da noite,
quero estrelas vadias,
numa boemia de luz
no espaco ástreo.
Quero ver a lua, nua,
na harmonia de uma sonata
em serenata.
http://www.ferool.info/rita.htm

2

TERRA SANTA!

Resista aos teus agressores
ó terra santa.
Dá-lhes tempo de verem
as tuas cores,teus pomares,tuas riquezas
além-mar.
Permita ó terra santa,
a certeza da colheita
no plantio dos teus campos,
o canto dos sabiás nas verdes matas,o aroma das flores,
descendo as encostas, embriagando o tempo.
Sentir amiúde o frescor
do teu vento...quisera possa,
antes, muito antes...antes que o torpor da morte
de mim se acerque,
ó terra nossa.
Resista aos teus agressores
terra santa.
Minhas vistas turvas ainda vêem, das tuas terras planas,
os horizontes,na imensidão do teu chão,muitos por ele passarão,banhar-se-ão em mares de vidas longas...
mesmo quando meus olhos
se fecharem,no tempo em que ainda respirares...
Resista terra amada,
aos infortúnios, ao holocausto.
De joelhos curvados,
peço-te em aflição,
resista aos teus agressoes,
salva teu chão.
Das lutas e caminhadas,
sinto as pernas fracas.
Transitória que sou nesse
mundo,quando para ti retornar em pó,abrigarás em teu leito
um dia,em sua última e eterna morada,meu corpo rígido
já sem vida.

Respeite os direitos autorais

3

O Perdão´

Quero um aperto de mão,
do amigo contido,
na sua nulidade.

Quero um aperto de mão,
do insano insaciado,
na sua vaidade.

Quero um aperto de mão,
daqueles que na sua iniqüidade,
olvidaram da verdade.

Quero um aperto de mão,
das mãos afagadas...
com carinho, e amizade.

Quero nas mãos um aperto,
sem dinheiro, sem tostão,
somente um aperto de mão.

Quero um aperto de mão,
no instante da oração,
na hora do perdão.
Senhor, eu pecador
entrego a Vós,
a mão que apedrejou.

biografia:

PREFÁCIO,

Rita Noélia Caminha Weyne
, poetisa,
Uma mulher simples, teimosa, persistente,
Muitosofrida, desconfiada, sabe onde pisa,
É franca, batalhadora, objetiva e valente.

A vida não lhe reservou uma estrada suave,
Tudo foi conseguido com muito sacrifício,
Com muito suor, lágrimas, dores e entrave,
Sempre ressaltou são os ossos do ofício.

Dedicada ao lar, adora os filhos e os netos,
Torna-se uma leoa diante dos obstáculos,
Enfrenta qualquer parada, detesta desafetos,
Fazer poesias liga-a à vida, são tentáculos.

Coloca nos seus poemas seus sentimentos,
Suas paixões, seu grande amor, frustrações,
Com facilidade expressa seus argumentos,
Não sonha alto, luta cada dia, sem ilusões.

Sempre conciliou trabalho e lides do lar,
Viveu de renúncias para manter a união,
As piores situações sempre soube enfrentar,
Administrou os conflitos, predominou a razão.

Hoje, passadas as borrascas, sentada a poeira,
Fico feliz em apresenta-la com seus poemas,
Uma mulher exemplar, corajosa, verdadeira,
Sempre esteve acima de todos os temas

Vale a pena ler com atenção suas poesias,
Expressas em cores de fortes matizes,
Foram grandes e difíceis as travessias,
Nunca, porém, se afastou de suas raízes.

De seu cunhado Bernardino Matos e
sua irmã Raquel Caminha Matos

Fortaleza, 24 de março de 2006.
A poetisa Riata Noélia Caminha Weyne, foi indicada pela poetisa Raquel Caminha

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s