s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Arlete Piedade [Cnsul - Santarm]
Nacionalidad:
Portugal
E-mail:
Biografia
Amaznia - Pulmo verde e rubro

s verde e rubro, o pulmo deste planeta azul e branco
Verde das florestas em extenso, rubro das queimadas
Estendendo longos dedos negros em direco ao flanco
Da me ignorada pelos filhos de quem devia ser amada

Noutros tempos eras verde, azul, claro, limpo e puro
No teu seio criavas belos seres, de alma transparente
Um belo e imponente rio atravessava teu corpo e juro...
eras a mais preciosa jia deste planeta de alma doente

Mas os homens de distantes terras, foram chegando
De teu sadio, frtil, bravio e belo corpo se apossando
Para seu deleite, prazer, sendo a riqueza fcil, o tema
Teus tesouros foram furtando, teus rios conspurcando
Teus habitantes foram corrempendo, mulheres violando
Ainda ser tempo de te salvar, sendo esse nosso lema?

Arlete Piedade
06/02/2006


Enfermeiras

Essas meninas, umas guerreiras decididas
Que fazem de suas vidas, elevada misso
Suas horas so generosamente concedidas
Para servio de outros, exemplar dedicao

Talvez os seus filhos esperem por carinhos
E o marido, apaixonado, reclame por amor
Escolhendo o mais espinhoso dos caminhos
Incansveis ajudam, acorrem, debelam a dor

Nobre vocao ajudando doentes debilitados
Com pacincia, tolerncia e sorrisos delicados
Seus gestos, carinhos, expresses afectuosas

So assim as modernas seguidoras admiradas
De sofridas almas, que nas batalhas veneradas
Sempre ficaro na galeria das mais valorosas...

Arlete Piedade
11/02/2006


Escultura

Como uma escultura delicada
Colocaste em minhas mos...
Tua solido... fragilidade...
Voltaste minha vida...
Para saciares tua necessidade...

Como um sedento de amor...
Faminto de afecto e carinho...
Vieste minha presena...
Procurando teu caminho

Como delicada escultura...
Ainda por terminar...
Qual cera ou vidro quente...
Para eu moldar...

Serei a artes...
talvez a artista...
Mas tenho tanto medo...

Que a frgil escultura
Em minhas mos...
No resista...

Arlete Piedade
01/06/2004


biografia:

Arlete Piedade
, nascida a 19 de Junho de 1956, numa pequena
aldeia do distrito de Santarm, Portugal, onde passou a sua
infncia, at vir estudar para Santarm onde fez o curso da escola
secundria, e iniciou a sua vida profissional numa seguradora
com a idade de 17 anos incompletos.

Em 1980 por motivos de ordem pessoal, passa a residir e trabalhar
na zona de Lisboa, onde se manteve at 1994, ano em que regressa
a Santarm para cuidar dos negcios da famlia.J na infncia e adolescncia se manifestava o seu interesse pela
leitura e escrita, mas com a entrada na idade adulta e o incio das
responsabilidades familiares, apenas na leitura se refugiava por vezes
para viver em fantasia realidades alternativas vida montona do dia
a dia de uma grande cidade.

Com a volta a Santarm e os filhos j crescidos, continua a refugiar-se
na leitura at que incentivada a escrever por amigos e assim volta
a manifestar-se o seu interesse pela escrita.

Tem diversos poemas versando em especial o universo das emoes
e sentimentos e tambm crnicas, publicados em sites e grupos da
Internet.

Em breve ser publicada a Antologia Potica, 'Dois Povos Um Destino',
pela editora Abrali, atravs do grupo Ecos da Poesia, onde ter a sua
primeira oportunidade de publicar as suas poesias em livro e que ser
lanada no ms de Abril de 2006 em vrias cidades do Brasil e em
Junho de 2006 em Lisboa - Portugal.

fadadasletras@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s