s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Margaret Pelicano
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Soneto da Compreenso

De roxo fiz meu rendilhado.
Defloro dores e solido,
para acalmar esse meu sanguinolento estado
composto de amor e paixo!

II
Fui linda! Em um dia isolado,
percebi a velhice que estava ao meu lado,
e agora choro o tempo passado
sem estar plenamente consciente do meu fado!

III
Vivencio os surtos idiotas da rotina,
buscando entender a linguagem divina
e o que Ele deseja de mim, nesse palco!

IV
No mais blasfemo, no mais discuto,
acato tudo como Deus quer! Sou feliz?
Creio que no, mas estou aqui pro que der e vier!

Braslia - 12/04/2006

TERRA

Tantas lgrimas formaram rios,
tanto sangue escorreu pelos vales
a seiva das rvores borbulham ainda nos troncos
os animais extintos - um desvario!
Os homes? Males?

No h controle para a ganncia humana
essa sanha de seres desarvorados;
desastrada essa manha
que destri tudo o que h nos prados...

E criam-se os transgnicos,
e planta-se bastante soja,
e exportam-se frutas numa loucura econmica desmedida!
Exportar a palavra de ordem,
portanto quem assim age um gnio...
do mal, feito Hitler!

E a chuva cida e tudo mata,
e a Terra em agonia,
percebe que seus filhos so purulentos,
so ftidos,
tem a mente podre
e esquecem-se de Deus no firmamento!

Braslia - maro 2005

CAMINHOS DESCONHECIDOS

Ignotos caminhos!
Desconhecidos transeuntes desta vida
e allhures,
duramente descendo e subindo montanhas...
um biociclo, um eterno vai-vm,
buscando sempre mais alm
liqidar toda a fome.

Ignotos caminhos
sempre um degrau a mais,
uma escalada eterna
versejando nos murais,
lapidando pedras,
tecendo e cardando a l
que costura os seres no mundo,
lendo nos jornais
que o homem continua surdo!

Ignotos caminhos,
feitos de esperanas,
doces lembranas
de um tempo que no volta mais,
sempre um passo vacilante,
no rosto, a segurana de um rompante,
orgulho de ser gente!
Orgulho que no existe,
falso
insignificante...
Pois s Deus significante!

Ignotos caminhos: um fundo poo,
a procura da eterna realizao,
e o no encontro!
Con/vivamos pois com a morte, moas e moos!
De cada gen, de cada clula,
de cada tomo
a todo instante!
Busquemos nas recordaes
o afrodisaco
para continuar sobrevivendo
s adversidades,
s barbries:
estamos no Limite!

Por qu? Os ignotos caminhos,
assim diferentes e assimiguais
so os mesmos de sempre
so os nossos rivais:
o inimigo de cada instante;
e a cada segundo,
espreita-nos o ignorado
sempre mais!

Braslia - 12/04/2006

biografia:

Margaret de Ftima Pelicano
, reside em Braslia a 36 anos. professora de Portugus, ainda na ativa, lecionando a disciplina para alunos do Ensino Fundamental e Mdio. Adora escrever. A escrita a liberta das opresses do dia-a-dia, faz com que vo nas asas da imaginao e tambm da realidade! Tem textos romnticos, engajados e cmicos. E agradece ao Diretos do Poetas do mUndo a oportunidade de estar aqui, defendendo atravs da palavra, as pessoas, e o Planeta!
Obrigada, Margaret Pelicano

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s