s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Raquel Maria Ferreira Caminha
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
A Minha Felicidade

A felicidade um estado d`alma,
que nos acalanta, nos ilumina,
nos envolve por inteiro, nos acalma,
nos acompanha, fruto da ao divina.

Assim sempre vivi e desde que nasci,
de Bruno Soares Caminha e de Letcia Caminha,
com oito irmos danadinhos eu cresci,
muito carinho recebi, para sorte minha.

Fui feliz porque estive cercada de plantas,
de animais, de flores e de meu beija-flor.
e embora tenha recebido palmadas tantas,
em meu caminho sempre recebi muito amor.

Fui feliz porque tive um av e uma av linda
que era dengosa. faceira, adorava me enfeitar,
com um vestido de chia, numa alegria enfinda,
um lao de fita amava em minha cabea colocar.

Sou feliz porque conheci um amor verdadeiro,
sendo sonhadora, todos os sonhos eu realizei,
fui luta e hoje me sinto realizada por inteiro,
ao lado de Bernardino meu amor, me encontrei.

Sou feliz por receber de Deus duas jias preciosas,
em um dia lindo, sol forte, cu azul,plena calmaria,
nasceu a minha rika Letcia, emoes calorosas,
veio saudvel ,loira, de olhos azuis, minha alegria.

Sou feliz porque Deus mais uma vez me contemplou,
sete anos depois com uma outra menina linda,morena,
de olhos grande, bela como uma flor, Ele me afagou,
nasceu minha filha Cssia, nova emoo, doura plena.

Sou feliz porque, por duas vezes, quase morri do corao.
j estava viajando para minha nova morada, feliz seria,
eu estaria junto do meu Pai...Mas Ele falou, ainda no!
voc no terminou sua misso e me indicou o que faria.

Sou feliz ao encontrar atravs da internet, nova amlia,
pais, mes, irmos, filhos, amigos carinhosos, virtuais.
leais, verdadeiros, emobora com alguns faltou harmonia,
consolidei uma bela turma, meus amores puros e reais.

Sou feliz porque fiz dessa lista com carinho meu ninho.
onde me recolho todos os dias, s vezes triste coisa minha.
levo minha vida a srio, me orgulho em ter o meu cantinho,
em pode olhar-me no espelho e dizer: Sou Raquel Caminha
[Lindinha]

[Esse poema est numa ciranda no site da zena]

JUNTANDO AS LETRINHAS

Brincando de poetar,
fui me acostumando com as letras.
Juntei o A com M, no consegui formar nada.
Resolvi colocar outro A, comeou
a surgir uma palavra.
Meu corao bateu forte,
pensei na primeira letra do meu nome, R.
Formei a palavra,
AMAR.
Entusiasmei-me, pensei em juntar mais letrinhas.
Senti um sentimento nobre.
Veio a minha mente a letrinha A novamente.
Por sorte, logo em seguida, uma outra letrinh
assoprou em meus ouvidos, falando baixinho...
Coloca-me, vai eu estou sabendo o que voc quer escrever!
Ela tinha razo, era a letra que eu estava a pensar,
e que meu corao desejava, era o J.
Senti que alguma coisa pulou em meus ombros,
olhei para o lado e ela pulou para o outro,
era o U me fazendo gracinha.
Ento, ele deu-me a idia
para eu coloc-lo juntinho do J, aceitei de imediato.
Passei a mo na cabea e pensei,
que letra eu vou colocar agora!
Uma criana chegou perto de mim,
estendeu a sua mozinha e disse, me dar uma esmola!
Lembrei-me na hora da letra
que eu precisava, era o D que felicidade!
Outra letrinha faltava, mas foi fcil,
para o meu corao descobri-la,
ela estava pulando de um lado para o outro,
provocando o J e o U.
Gritava alto, sou eu viu! Estou aqui!
Sou eu que vou ficar do lado do D, pois formarei
a palavra certa, vou gerar
o que sempre dela procuram, acredite em mim!
Portando, para eu ficar do lado d D,
eu sou a letra A e formarei com orgulho a palavra,
AJUDA.
Pensei que eu tinha terminado, quando
senti alguma coisa pulando no meu ombro.
Sou eu novamente! Era o R, ento,
ele falou, estais precisando de mim, tenho certeza,
o A est me chamando, me coloca voc vai ver que rima.
Voc venceu, vou coloc-lo do lado do A.
Pronto terminei de juntar
as minhas letrinhas, formaram a palavra
AJUDAR

AMAR e AJUDAR so duas aes que caminham juntas.
Elas moram naquele rgo
que pulsa, bate forte, ama e tem sentimento
O Corao

Minhas Lembranas

As lembranas aflorando,
meu corao acelerando,
quando passei em frente Vila Santa Elisa.
L cheguei beb, me criei entre
as crianas daquela vila.
Naquele momento eu pensei...
Eu era feliz e no sabia!
Uma lgrima rolou em meu rosto,
estavam vivas as lembranas, mas sem
esperana de voltar aos velhos tempos.
S me restava fechar osolhos e
deixar correr a revelia, as cenas
do passado distante em que...
Eu era feliz e no sabia.
Essas lembranas fazem
eternizar os instantes vividos, em uma
poca feliz, onde a criana era criana.
Tinha horrio para tudo.
Levantar, almoar, colgio e brincar.
O tempo parecia que no passava.
Lembro-me que minha me fazia tudo sozinha,
desde a costura para nos vestir,
aos bons quitutes na cozinha.
Cresci sou mulher, ainda faceira,
vaidosa, madura e feliz.
Sou me, carinhosa, apaixonada,
mas saudosa daquele tempo da
Vila Santa Elisa.
Hoje quando l passei, que vieram as lembranas
das minhas risadas, brincadeiras de rodas pula corda,
estufa a barriga esconde-esconde,
chorei.
Descobri que...
Eu era feliz, e sabia.

biografia:

Raquel Maria Caminha Matos:

Nasci na cidade de Fortaleza Estado do Cear, tenho o segundo grau. Fiz curso de manequim no Rio de Janeiro, fui modelo para revista de moda, as por pouco tempo.Sou casada com o professor e Economista Bernardino Matos, h 28 anos, temos duas filhas rika Letcia Caminha Matos e Cssia Caminha Matos.Trabalhei durante 8 anos como Gerente Financeiro na seo de cobrana do Banco Sudameris no Rio de Janeiro. Atualmente por motivo de sade [vrias pontes de safenas], me dedico exclusivamente ao lar. Na internet, encontrei na poesia e no relacionamento com grandes amigos, o que me faltava para completar o sentido da minha razo de viver. No me considero uma poetisa, mais adoro participar desse mundo, talvez pelo meu lado romntico, sonhadora. Venho descobrindo os pouco que tambm adoro o lado ertico, sinto facilidade para desenvolver uma poesia nesse sentido. Ainda bem que o meu marido no ciumento!
No mais, vou tentando unir as letrinhas, quem sabe um dia eu seja uma grande poetisa. Pelo nome eu j tenho um ponto ao meu favor, pois a Rachel de Queiroz era uma das grandes escritoras do Cear, que nos deixou muitas saudades.

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s